Eleição para Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Bom Jardim séra realizada às 15hs desta sexta (21)

Após decisões da justiça, uma que anulou a eleição realizada no dia 19 e outra que determinou ao presidente que realizasse nova eleição dentro de 24hs sob pena de multa, Câmara convoca vereadores para a Eleição da Mesa Diretora.

Primeiro o juiz Bruno Barboza Pinheiro, Titular da Vara única da Comarca de Bom Jardim, em atenção ao processo de nº. 0800545-29.2018.8.10.0074, proferiu decisão que suspendeu em caráter de urgência os efeitos do edital de convocação número 001/2018 para eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal publicado pelo segundo secretário, vereador Homero Almeida Bezerra. Na mesma decisão também suspendeu os efeitos da eleição realizada em 19 de dezembro que elegeu o vereador Dandor como presidente do legislativo.

Em um outro processo, de nº. 0800543-59.2018.8.10.0074, ingressado por oito vereadores, e observando que segundo a lei orgânica do município de Bom Jardim, as eleições da Câmara, para o biênio 2019/2020, deveriam ter ocorrido em 17 de dezembro de 2018, o magistrado também determinou que o atual presidente, Duvan Boiadeiro, realizasse a eleição para a escolha da mesa diretora no prazo de 24 horas sob pena de multa de R$ 3.000 (três mil reais) por hora de atraso, caso o descumprimento da decisão judicial.

Após as duas decisões judiciais publicadas na tarde da ultima quinta-feira (20), o presidente da Câmara, vereador Adalvan Antonio de Andrade (Duvan Boiadeiro do PSB), convocou os vereadores do Poder Legislativo Municipal para participarem da “nova” Eleição da Mesa Diretora que conduzirá os trabalhos da Câmara durante o biênio 2019/2020. A eleição será realizada a partir das 15 horas desta sexta-feira (21) no Plenário da Câmara. Os candidatos têm até às 14 horas para registrarem as suas respectivas candidaturas junto a Direção Geral da casa legislativa.