Cearenses são resgatados de trabalho análogo à escravidão no Maranhão

Trabalhadores estavam extraindo carnaúba para ser exportada para os Estados Unidos e China. O 'atravessador' foi localizado na operação.

Uma operação envolvendo agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ministério Público Federal (MPF) e Ministério do Trabalho (MTE), realizada nessa quarta-feira (13), resgatou 20 pessoas que estavam sendo submetidas a trabalho análogo à escravidão em uma fazenda, no município de Vargem Grande, distante 195 km de São Luís. Os agentes continuam na região para possíveis novas intervenções.

As autoridades disseram que todos os trabalhadores são do Ceará e estavam trabalhando em condições desumanas para a extração de carnaúba. Todo material extraído tinha rota definida para os Estados Unidos e China.

Alimentos eram guardados em local impróprio.
 (Foto: divulgação / PRF).
Peixes foram encontrados armazenados no mesmo ambiente que se guardava comida para cavalo, assim como o local onde dormiam que era praticamente um estábulo. O dinheiro que recebiam, mal dava para bancar os gastos com alimentação.

Após a operação, as autoridades participantes da ação disseram que os vinte trabalhadores foram devidamente pagos e vão ter todos os direitos trabalhistas respeitados. Eles foram encaminhados de volta ao Ceará.

O responsável por trazer os homens do Ceará para o Maranhão foi localizado, mas o nome dele não foi divulgado. Fonte: G1 MA.















    

 
© Rádio Atrativa FM - Bom Jardim - Maranhão - Brasil - Telefone: 98 99166-7975 WhatsApp: 98 99166-7975