Anúncio de Cabeçalho

test

Idosa morre após ser vítima de maus tratos pela própria neta em Bom Jardim; a acusada foi presa pela Polícia.

Na imagem acima, o destaque para o registro do pé da idosa praticamente “podre” devido a omissão da neta.
A prisão da mulher identificada como Betiene Nunes foi deflagrada, nesta quarta-feira (31), após a justiça deferir um pedido de prisão preventiva feito pelo Ministério Público de Bom Jardim.

No dia 29, conselheiros tutelares informaram o promotor Fábio que uma idosa estaria sendo vítima de maus tratos por parte de sua cuidadora, no caso sua própria neta. 


A Idosa se encontrava sem se alimentar há dois dias, situação que vinha se repetindo cotidianamente e sem tomar medicamentos necessários para seu estado de saúde. 


A idosa teve uma lesão em um dos pés e o caso acabou se agravando devido a negligência da neta que não teve sequer a preocupação de levá-la em um médico, nem de limpar o ferimento. 


O pé da idosa estava totalmente podre e “comido” pelo agravo da situação. A idosa após ser “resgatada” e direcionada ao hospital da cidade, veio à óbito 5 horas depois, diante disso não restou ao Ministério Público outra ação que não fosse denunciá-la por homicídio doloso. 


Além da situação da avó da acusada, havia uma denúncia de que os filhos da mulher eram vítimas de maus tratos e até de abandono por parte da mãe (acusada). 


No mesmo dia da morte da idosa, o Ministério Público entrou com pedido de prisão da senhora Betiene (neta da idosa) e em tempo recorde a justiça de Bom Jardim deferiu o pedido, e nesta quarta-feira (31), a prisão foi realizada na presença do promotor Fábio e de policiais civis e conselheiros tutelares da cidade. 


O caso só se encerrou com exito graças a ação incansável do promotor Fábio Santos Oliveira (titular da Comarca de Bom Jardim), que também revoltado com a omissão da neta da idosa, atuou em favor das crianças filhas da mesma e em busca de justiça para o caso acompanhando de perto a operação.