Anúncio de Cabeçalho

test

Lidiane Leite é reconduzida ao cargo de prefeita de Bom Jardim-MA.

"Prefeita ostentação", Lidiane Leite é ovacionada pela população que participou e acompanhou a solenidade de posse.

Prefeita Lidiane Leite é ovacionada pela população em solenidade de posse.
Em  sessão realizada nesta terça-feira (09), Lidiane Leite foi reconduzida ao cargo de Prefeita Municipal de Bom Jardim/MA, após conseguir na justiça federal, no inicio da noite da ultima segunda-feira (08) a remoção de medidas cautelares restritivas, inclusive a que impedia o seu acesso às dependências dos prédios da Prefeitura e da Câmara Municipal.

No período em que Lidiane ficou afastada a cidade era comandada pela sua vice, Malrinete Gralhada, que estava há mais de onze meses a frente da prefeitura, a mesma assumiu o cargo de prefeita em 05 de setembro de 2015, quando foi decretada pela Câmara Municipal, a perda de mandato da prefeita Lidiane, que na época era alvo de varias investigações do MPE, MPF, e da Policia Federal, e foi afastada após repercussão de matérias jornalísticas em grandes redes de tv, o que a deixou conhecida nacionalmente como “prefeita ostentação”.

Segundo o Presidente da Câmara, Arão Silva, Lidiane foi afastada do cargo de forma irregular quando o mesmo atendeu uma recomendação do Ministério Publico para decretar a perda de mandato da gestora, e assim aconteceu, sem que fosse dado o direito de ampla defesa à acusada, contrariando o que determina a lei 201/67 que cita passo a passo o devido processo legal que deveria ser seguido.

Sendo que ao atender a recomendação ministerial, o afastamento acabou acontecendo ao arrepio da lei, e foi decidido monocraticamente, levando assinatura de apenas um vereador. Vale ressaltar que o decreto se quer foi levado ao plenário para ser apreciado pelos 13 vereadores que compõem o legislativo municipal.

Em ato de posse, Lidiane faz juramento onde promete
cumprir e observar as leis desempenhando o seu mandato.  
Sendo assim, em sessão ordinária realizada nesta terça-feira (09), o Presidente da Câmara resolveu revogar o decreto de número 06/2015, e declarou nulo o ato que decretou a perda do mandato da prefeita Lidiane Leite da Silva, em seguida deu-lhe a posse reconduzindo-a ao cargo de chefe do executivo municipal de Bom Jardim/MA.

Durante a posse Lidiane faz juramento “Prometo cumprir a Constituição Federal, a Constituição Estadual e a Lei Orgânica Municipal, observar as leis e desempenhar o mandato que me foi confiado e trabalhar pelo progresso do município e bem estar do meu povo”, assegurou no ato.

Lidiane diz que vai priorizar o pagamento dos servidores
que se encontram há mais de 3 meses em atraso.
Para Lidiane uma das primeiras ações após a vota de seu governo será priorizar e tentar sanar a questão dos pagamentos atrasados, uma situação que a mesma diz considerar triste, mas que Malrinete deixou muito a desejar atrasando os pagamentos dos servidores municipais aos quais ela afirma ter deixado em dias e que a sua vice não teve competência para honrar com os pagamentos.

“Eu estou feliz de estar de volta, de poder vim até Bom Jardim porque eu estava proibida, eu não podia vim aqui, eu estava usando tornozeleira e vocês têm conhecimento disso, alias o Brasil todo tem conhecimento disso, então estou muito feliz de está de volta, provando minha inocência, ganhando minha liberdade... Estou aqui com você e vamos pra batalha...” Disse Lidiane.

Histórico de Malrinete durante os 11 meses que passou a frente da prefeitura:
Após fracasso, Malrinete Gralhada é retirada do cargo
de prefeita de Bom Jardim - MA.
Logo ao assumir o cargo de chefe do executivo municipal, Malrinete Gralhada tinha o discurso de “fazer a melhor administração da história de Bom Jardim”, contudo sua gestão foi marcada pelo fracasso, incompetência e falta planejamento em seu governo, e não demorou muito para a propagada de mudança tomar outro rumo, chegando ao ponto de atrasar salários de servidores; acabar com as tradicionais festas culturais a exemplo do aniversário da cidade e o arraial junino; conseguiu a façanha de ser alvo de duas comissões parlamentares de inquérito, CPIs, instauradas com a finalidade de investigar supostas irregularidades cometidas por sua gestão; total descaso com o setor educacional onde professores reclamam das condições de trabalho, alunos da falta de merenda escolar e carteiras nas escolas; chegando a ser alvo de matéria jornalística exibida pela Tv Globo no Jornal Nacional, em 26 de abril de 2016; além de se envolver em licitações fraudulentas, que culminou no cancelamento de vários contratos sob suspeita; e para piorar, mandou destruir aquilo que já estava construído, a exemplo da fonte luminosa que existia na Praça Gov. José Sarney, que era considerado um cartão postal da cidade, a demolição causou revolta nas redes sociais, onde muitos usuários criticaram a atitude da gestora; Malrinete também tentou fazer um empréstimo de quase oito milhões dos recursos do fundo previdenciário do município, chegando a recuar e pedi o cancelamento da tramitação do polêmico empréstimo depois de pressionada pelo Ministrio Publico e pelos Vereadores de Oposição.

No período em que Malrinete passou a frente da prefeitura, o município chegou a receber, só de janeiro a julho de 2016 o valor correspondente a R$ 36.074.689,53 (trinta e seis milhões, setenta e quatro mil, seiscentos e oitenta e nove reais, e cinquenta e três centavos), e a mesma ainda se utilizava da alegação da falta de verbas, e pra tudo dizia que o município estava passando por uma grande crise financeira.

E diante da situação administrativa catastrófica, a população chegou a pedi a saída de Malrinete e o retorno de Lidiane, onde internautas fizeram campanhas nas redes sociais, quando uma das frases mais usadas era ”Volta Lili”... Ou seja, a vice-prefeita Malrinete conseguiu ser pior que a prefeita Lidiane, ao ponto de ter uma rejeição enorme pelos munícipes.

Decepcionados, enganados e sem confiança na administração de Malrinete, o povo, já sentia saudades da “prefeita ostentação” como ficou nacionalmente conhecida a prefeita Lidiane Leite, parecia até ironia, e contavam os dias para o fim do governo Malrinete. Hoje Lidiane foi reconduzida ao cargo, onde possivelmente ficará até o fim de seu mandato em 31 de Dezembro de 2016.

É muitos desmandos para uma cidade só.
Sorte é o que desejamos aos bomjardinenses, oremos para que Deus possa iluminar a mente e o coração de nossos administradores.