Após ser vítima de ataque racista, Ludmilla promete processo: "Vou até o fim"

Funkeira foi alvo de ataque na madrugada
desta segunda-feira (23).
Ludmilla foi vítima de ataques racistas, em seu Instagram, na madrugada desta segunda-feira (23). Em sua página, a funkeira compartilhou prints de uma internauta a chamando de "criola", "macaca" e "nojenta".

A cantora prometeu levar a conversa às autoridades e processar o internauta. "Alguma autoridade pode me ajudar a identificar esse homem? Não é a primeira vez que ele faz isso. Já até bloqueei ele, mas ele continua falando essas coisas em outros instas por aí que ódio, só quero justiça e mais nada mais. Nessa eu vou até o fim", escreveu.

Revoltada, a artista chegou a responder o usuário. "Já não é a primeira vez que você comete este crime comigo na internet. Agora é questão de honra. Eu vou até o final para ver você pagar por isso!", prometeu.

Após ler os comentários, a cantora registrou o ocorrido na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), em Benfica. Os fãs, por sua vez, enviaram mensagens de apoio a Lud. "Estamos juntos", disse um. "Vai ficar tudo bem", garantiu outro.

Polícia identifica responsável por ataques racistas
A Polícia Civil do Rio de Janeiro identificou o homem que postou comentários racistas contra Ludmilla. Helder Santos de 31 anos será convocado para prestar depoimento nos próximos dias. O mesmo já respondeu a uma acusação por tentativa de homicídio.

Fonte: famosidades.com.br















    

 
© Rádio Atrativa FM - Bom Jardim - Maranhão - Brasil - Telefone: 98 99166-7975 WhatsApp: 98 99166-7975