Além da Contrex, empresa ‘Piaza & Cia’ é acusada de ajudar desviar quase R$ 9 milhões na gestão Malrinete

MP-MA requer anulação de licitações realizadas pela prefeitura; Empresa teria sido usada como “fachada” para fraudes que totalizam R$ 8,9 milhões.

Prefeita Malrinete realizou pregão de quase R$ 2,5 milhões para adquirir cerca de 5 mil pneus novos.
O Ministério Público do Maranhão (MPMA), por meio da Promotoria de Justiça de Bom Jardim, ajuizou, em 12 de abril, Ação Civil Pública, requerendo, cautelarmente, a suspensão dos contratos de seis procedimentos licitatórios no valor total de R$ 8.933.568,52, firmados entre o Município de Bom Jardim e a empresa Piaza & Cia (J W Comércio E Serviços Eireli – EPP).

A ação tem como base a Notícia de Fato nº 000133-009/2016, instaurada em janeiro deste ano, após denúncia da Câmara de Vereadores do município.

Referentes a diversas secretarias do município, os procedimentos questionados pelo MPMA tratam de locação de veículos, reforma de carteiras escolares, além da aquisição de materiais de expediente, limpeza, didáticos e desportivos, pneus e gêneros alimentícios.

Indícios
Sediada em São José de Ribamar, a Piaza e Cia é constituída como empresa de pequeno porte. Pela legislação da Receita Federal, empresas desse tipo somente podem celebrar contratos em valores entre R$ 360 mil e R$ 3,6 milhões.

"Há fortes indícios de a empresa estar sendo usada como 'fachada' para mascarar licitações fraudulentas no Município de Bom Jardim", afirma o autor da ação, o titular da Promotoria de Justiça da Comarca, Fábio Santos de Oliveira.

Ainda de acordo com ele, não há justificativa para uma pequena empresa como a Piaza e CIA ganhar tantas licitações em áreas tão distintas e em valores tão expressivos.

Veículos e pneus
Apesar de não ser o procedimento de maior valor, chama atenção o Pregão Presencial nº 06/2015, no valor de R$ 975.375,60, que trata da locação de veículos para as secretarias de Administração, Assistência Social, Educação e Saúde.

Mais de três meses depois da assinatura dos contratos, os veículos ainda não foram colocados à disposição do Município, uma vez que, segundo o Ministério Público de Contas, a empresa tem apenas dois veículos registrados em seu nome.

Outro questionamento é o fato da Piaza e Cia ter sido vencedora do Pregão Presencial nº 11/2016, de R$ 2,4 milhões, referente à aquisição de pneus, por R$ 500 por unidade, para as mesmas secretarias para quais foram locados os veículos.

Segundo o representante do MPMA, em uma conta superficial, o valor total do pregão, R$ 2.404.199,76, é suficiente para adquirir aproximadamente 5 mil pneus novos, o que daria para trocar o conjunto completo de pneus de 1250 veículos do tipo sedan.

Pedidos
Como pedido final, o MPMA requer que o Poder Judiciário determine a suspensão dos contratos resultantes dos procedimentos licitatórios e a estipulação de multa diária por descumprimento a ser paga pela prefeita Malrinete dos Santos Matos, conhecida como Malrinete Gralhada.

Outra solicitação é o encaminhamento de cópia do contrato social da empresa e de todas as alterações existentes, comprovantes da propriedade ou da locação dos veículos e demais bens utilizados para cumprir os contratos celebrados com o Município de Bom jardim, apresentando notas fiscais de aquisição e da prestação de todos serviços contratados.

O Ministério Público também pede a anulação dos procedimentos licitatórios e a condenação da Piaza e Cia a ressarcir o dano provocado ao município de Bom Jardim, principalmente, os valores recebidos por bens e serviços não comprovadamente entregues e prestados.

Outro pedido é a determinação de que o Município de Bom Jardim e a Piaza e Cia arquem com o pagamento das despesas processuais.

Direito de Resposta
Segundo Wilson Piaza Rodrigues Pinheiro, representante legal da empresa JW Comercio e Serviços Eireli – EPP, todos os contratos celebrados pela empresa e o Município de Bom Jardim – MA  tiveram como origem regulares e lícitos processos licitatórios; Os serviços e compras decorrentes dos mencionados contratos foram efetivamente executados, ou seja, somente recebeu pagamento pelo que efetivamente foi adimplido pela empresa; Registre-se que o titular da empresa, Wilson Piaza Rodrigues Pinheiro, é empresário com atuação no mercado há mais de 20 anos, a inexistir nenhuma mácula na sua conduta em todos os contratos que suas empresas celebrou por todo esse tempo com entidades públicas, no caso, empresas e entes (municípios, estados-membros e União) em vários estados da federação; Por fim, a empresa se encontra a inteira disposição para fins de esclarecimentos para a imprensa e órgãos públicos de controle e investigação.

Veja também!















    

 
© Rádio Atrativa FM - Bom Jardim - Maranhão - Brasil - Telefone: 98 3664-2775 WhatsApp: 98 99151-2740