Rodrigo Faro, Record e cantor Pablo são processados por plágio de canção

Pablo "o rei da sofrência".
Pablo é acusado pelo compositor nordestino Marinho de Almeida de plágio e apropriação da música “Mãe”, composta em 1995. “O Pablo foi até o programa do Rodrigo Faro, na Record, em maio, e chorou ao cantar a música Mãe. Fez todos pensarem que ele tinha escrito para a sua própria mãe”, alega Mônica Zilinskas, advogada de Marinho.

No processo, o verdadeiro autor da canção, Marinho de Almeida quer R$ 2 milhões de indenização do cantor Pablo, da Tv Record e do apresentador Rodrigo Faro. Segundo o colunista João Batista Jr., o argumento da advogada é que a emissora não se retratou e Faro, no programa, disse que a música era de Pablo, que não o corrigiu ou desmentiu a informação.

A assessoria da Record desconhece o processo, enquanto o empresário de Pablo explica: "Em nenhum momento Pablo afirma ser autor da referida música. É fato que o cantor nunca mais conseguiu interpretar a canção depois da morte de sua mãe".
Rodrigo Faro e o cantor Pablo















    

 
© Rádio Atrativa FM - Bom Jardim - Maranhão - Brasil - Telefone: 98 99166-7975 WhatsApp: 98 99166-7975