Prêmio da Música Brasileira homenageia Maria Bethânia

Lotado. Abarrotado. Com confusão na porta e portões fechados para evitar mais tumulto. Assim o 26º. Prêmio da Música Brasileira incrementou as instalações do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira (10), no Centro do Rio de Janeiro.
A festa já começou com emoção máxima. Maria Bethânia, grande homenageada da noite, pelos seus 50 anos de carreira, cantou na abertura do evento, deixando todos em êxtase.

Como sempre descalça, cabelos soltos e uma voz abençoada, a cantora foi ovacionada ao surgir no palco no alto de uma grande escultura que reproduzia um peixe dourado.

Dira Paes e Alexandre Nero foram os anfitriões da noite, e assumiram o palco. A primeira categoria anunciada foi a de Canção Popular. Agraciados com o prêmio de melhor dupla, Zezé Di Camargo e Luciano não compareceram.

“Pena que meus filhos não vieram… Vou levar esse troféu pra casa”, disse Dira Paes, que interpretou a mãe dos cantores no filme Dois Filhos de Francisco.

Lenine, um dos cantores que Bethânia mais gosta, se apresentou, cantando Último Pau de Arara.

Parceiros de Bethânia, Adriana Calcanhoto, Arnaldo Antunes e Chico César, também subiram ao palco e cantaram, respectivamente Âmbar, Lua Vermelha e Estado de Poesia.

A homenageada ficou eufórica ao ouvir Roque Ferreira e Fabiana Cozza, interpretando Santo Amaro, Imbelezô Eu e Coroa do Mar.

Renata Sorrah declamou um texto de Fauzi Arap, e abriu passagem para Zélia Duncan – responsável pelo roteiro da noite – que cantou o clássico do repertório da homenageada, Rosa dos Ventos.

Com seu vozerão, Alcione fez com que, da plateia, Bethânia desse gritinhos esfuziantes, e aplaudisse de pé a interpretação de Negue, clássico do repertório da homenageada.

Em seguida foi a vez de Leticia Sabatella recitar Quando o Amor Vacila.

Johnny Hooker, com um look ousadíssimo, cantou Lama, e dividiu com Sabatella e Alcione os últimos versos.

“Sensacional! Sensacional”, vibrava Maria Bethânia.

Apresentado como “o divino e maravilhoso irmão de Bethânia”, Caetano Veloso cantou sua primeira canção interpretada pela homenageada, É de Manhã.

Jackson Antunes declamou um trecho de O Poeta Come Amendoim, e cantou Parte da Barra da Vaca, enquanto Mônica Salmasso cantou trechos do CD Brasileirinho, um dos mais importantes da carreira de Maria Bethânia.

Marienne de Castro fez um pout-pourri com Paiol de Ouro, Cabocla Jurema, Iansã e As Yabás. Um balé coreografado por Jarbas Homem de Melo, deu movimento à Quero Ser Tambor, declamada por Elisa Lucinda.

Matheus Nachtergaele declamou Poema do Menino Jesus.

“Eu chego para agradecer e louvar o vento, a água da minha terra, o chão que me sustenta é o palco. Agradecer as nuvens, que logo são chuvas, aos amigos que fiz, as crianças, aos jardins reais ou não, a cada folga, cada raiz, o sol, a lua, que como Menino Deus, vira meus sonhos de pernas pro ar. Agradecer a tudo, agradeceu aos senhores que acolhem esse milagre. Agradecer o que ter que agradecer. Louvar. Saldar”, disse a homenageada, ao voltar ao palco, no encerramento da festa, quando confraternizou com todos.

Confira a relação de premiados:

Canção Popular:
Melhor Álbum – Na Medida do Possível (Fernanda Takai)
Melhor Dupla – Zezé Di Camargo e Luciano (Teorias de Raul)
Melhor Grupo – Saulo Duarte e a Unidade
Melhor Cantor – Johnny Hooker
Melhor Cantora – Roberta Miranda

Regional:
Melhor Álbum – As Ganhadeiras de Itapoã
Melhor Dupla – Zé Mulato e Cassiano
Melhor Grupo – As Ganhadeiras de Itapoã
Melhor Cantor – Alceu Valença
Melhor Cantora – Marlui Miranda

Álbum de Língua Estrangeira – The Chico Buarque Experience

Álbum Infantil – Zoró

Álbum Eletrônico – Zambê

Pop/ Rock/ Reggae / HipHop /Funk:
Melhor Álbum – Atento aos Sinais (Ney Matogrosso)
Melhor Cantor – Ney Matogrosso
Melhor Grupo – Os Paralamas do Sucesso
Melhor Cantora – Marisa Monte

Revelação – Luiz Guilherme Pozzi

Melhor Canção – Alguma Voz (Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro)

Álbum Projeto Especial – Dorival Caymmi Centenário

DVD – Gilberto Gil (Gilbertos Samba Ao Vivo)

Instrumental:
Melhor Álbum – Hamilton de Hollanda Trio
Melhor Solista – Hamilton de Hollanda
Melhor Grupo – Quarteto Maogani

Projeto Visual:

Artista: Fernanda Takai

Arranjador – Francis Hime

Melhor Álbum Erudito – Villa-Lobos Sinfonia 10

Samba:
Melhor Álbum – Passado de Glórias (Monarco)
Melhor Grupo – Semente
Melhor Cantor – Arlindo Cruz
Melhor Cantora – Alcione

MPB:
Melhor Álbum – Valenciana (Alceu Valença)
Melhor Grupo – ZR Trio
Melhor Cantor – Luiz Melodia
Melhor Cantora – Monica Salmasso

Fonte: socialnews















    

 
© Rádio Atrativa FM - Bom Jardim - Maranhão - Brasil - Telefone: 98 99166-7975 WhatsApp: 98 99166-7975