Anúncio de Cabeçalho

test

Sampaio desbanca o Santa Cruz no Arruda e mantém o sonho vivo

O sonho está vivo. O Sampaio venceu a decisão contra o Santa Cruz, em uma grande noite no estádio Arruda, e manteve acesa a chama do acesso para a Série A. Válber e o zagueiro Luiz Otávio marcaram os gols da grande vitória Tricolor.
O jogo começou a toda velocidade, e o Sampaio não tardou a assustar o Santa Cruz, com um chute quente de Uillian Correia, de fora da área, que obrigou Tiago Cardoso a espalmar para o lado.

Com a marcação cerrada, a partida pouco se desenvolvia, com as equipes congestionando o meio campo, trocando faltas e tentando, em vão, chegar com perigo ao gol adversário.

Tentando se impor em casa, o Santa Cruz buscava o ataque, mesmo sem muita organização, enquanto o Sampaio marcava forte e esperava o momento certo para encaixar um contra ataque.

A primeira etapa chegou ao fim com a igualdade sendo justificada no placar. Jogo tenso, brigado, mas com pouca inspiração.

A Bolívia voltou com Márcio Diogo na vaga de Hiltinho e Robson Simplício entrou no lugar de Jonas, por conta de cansaço muscular.

E com dois minutos de bola rolando no segundo tempo, Daniel arrancou pela direita e chutou cruzado, ninguém alcançou, mas Siloé colocou de volta na área e, após um bate rebate, Válber mandou para as redes. Gol no sufoco, no coração, gol do Sampaio gladiador.

O gol mexeu com o Santa, que tentou pressionar o Sampaio, mas o Tricolor estava bem posicionado, se fechava com eficiência e explorava os espaços para contra atacar.

Em um belo chute de fora da área, Marino quase amplia, mas a bola passou raspando a trave do goleiro Tiago Cardoso.

Eficiente, controlando as ações do jogo, o Sampaio ampliou. Válber, em grande noite, fez bela jogada pela esquerda e cruzou na medida para Luiz Otávio subir no quinto andar e marcar 2×0.

O Sampaio vencia a decisão, calava o Mundão do Arruda e ainda tentava ampliar, mas a vitória estava selada, com a marca da Bolívia, na raça e no coração, pra encher o coração da imensa torcida Tricolor de esperança.

Sábado é dia de mais uma decisão. O palco não poderia ser mais apropriado. É pra lotar, incendiar o Castelão e partir com tudo em busca desse sonho, que não cabe nesse coração infinito. É o time da fé, o gladiador da Série B. O Sampaio é imortal.

Fonte: Sampaio Correa FC