Anúncio de Cabeçalho

test

Sampaio Corrêa perde, mas fica com o título

No Campeonato Maranhense

Moto Club vence com gol de Kléo, mas não consegue reverter a vantagem do Tricolor, que sela a 32ª conquista estadual.

Mesmo com a derrota por 1 a 0 na tarde deste domingo, o Sampaio Corrêa garantiu a conquista do seu 32º título do Campeonato Maranhense. Campeão do primeiro turno, o Tricolor garantiu a conquista do retunro, graças ao placar agregado, já que venceu o primeiro jogo da final por 2 a 0 e com a derrota por apenas um gol de diferença, selou a conquista antecipada do estadual.

No primeiro tempo, o Moto foi melhor e atacou mais o Sampaio, conseguindo o primeiro gol do jogo, com Kléo, aos 37 minutos acertando uma cobrança de pênalti. Na etapa final, o Sampaio voltou melhor, com Eloir e Casagrande em campo, e a partida ficou equilibrada. Os dois times arriscaram, mas as redes não voltaram a balançar no Castelão.
Sampaio Comemora o titulo estadual.

Após a conquista do Campeonato Maranhense, o Sampaio volta a campo na próxima quarta-feira quando encara o Interporto no jogo de volta pela Copa do Brasil. O Moto, com o vice-campeonato maranhense, agora se prepara para a disputa da Série D.

Melhor e ofensivo, Moto sai na frente
Os primeiros minutos do jogo foram equilibrados, mas logo o Sampaio achou a primeira boa chance, com Edgar pela direita, arriscando o chute forte no canto, mas o goleiro Ruan fez a defesa. Após isso, o Moto passou a ter mais presença no campo ofensivo, com duas boas finalizações de Felipe, que foi pela linha de fundo e parou no goleiro Rodrigo Ramos.

O meia Felipe não aguentou permanecer em campo nos primeiros 45 minutos e logo foi substituído por Romano. Com isso, o Moto voltou a depender das bolas paradas de Kléo, que não conseguia levar a melhor sobre o goleiro Rodrigo Ramos. O Sampaio conseguiu voltar ao campo ofensivo, novamente com Edgar pela direita, chutando forte para defesa de Ruan.

Até que aos 36 minutos, Gabriel recebeu a bola na área, foi derrubado pelo goleiro Rodrigo Ramos e a arbitragem marcou o pênalti. Na cobrança, Kléo chutou forte no meio do gol e marcou o único gol da primeira etapa, diminuindo a desvantagem do Moto, que agora passava a depender de um gol para ficar com o título do returno.

Sampaio volta melhor, ataca e garante o título
A etapa final começou equilibrada, mas com o Samapaio levando mais perigo, principalmente com Eloir. Apesar disso, a primeira boa chance foi o lateral Diego Renan, que chutou forte da intermediária para boa defesa de Rodrigo Ramos.

Após o susto, o Sampaio voltou a aparecer no ataque, apostando nos cruzamentos, mas sem conseguir avançar pela defesa do Moto. O Sampaio levou perigo com Casagrande cabeceando, mas logo na sequência, Gilson assustou o goleiro Rodrigo Ramos, com um chute que passou próximo ao gol do Sampaio.

O Moto ainda levou perigo com uma finalização da entrada da área com Diego Renan, mas direto pela linha de fundo. Nos minutos finais, Casagrande e Edgar ainda tentaram levar perigo ao gol defendido por Ruan, mas sem conseguir furar a defesa Rubro-Negra. No minuto final, o zagueiro Luís Fernando, do Moto, ainda foi expulso. Apesar da vitória Rubro-Negra, o Sampaio garantiu a conquista do Campeonato Maranhense.